O holandês  Vicent Van Gogh é um dos pintores mais reconhecidos mundialmente. Sua pintura expressiva, marcada por pinceladas rápidas de cores vibrantes, são encontradas em grandes museus e ainda enchem os olhos dos apreciadores de arte. Mas, não foi sempre assim.

arte_5

O talento de Van Gogh foi reconhecido apenas após a morte. Em vida, o holandês foi sustentado financeiramente pelo irmão Theo e vendeu somente uma obra: “O Vinhedo Vermelho”.

Van Gogh só desenvolveu seu talento nos últimos dez anos de vida, aos 27 anos. Ao longo dos primeiros anos, ele mais se dedicou a aprender desenhar e entender sobre arte. Morou na França, onde conheceu grandes nomes do impressionismo, como Paul Gauguin e Paul Cézanne, também na Bélgica e, enfim, em Arles, região francesa da Provence.

arte_2

É em Arles, em 1888, que ele encontra motivo de grande inspiração: os girassóis! Os belíssimos campos flores, paisagem característica desta área, tornaram-se lindas telas sob o olhar de Van Gogh.

arte_4

arte_14

Esta também foi a fase mais produtiva, viva e perturbadora da vida do artista. A maioria dos trabalhos registrados desta época são trigais, feno, hortas, carroças e montanhas ao longe de coloração azul. Ele escreveu em uma das cartas trocados com o irmão:Serei um colorista arbitrário! Eu quero a luz que vem de dentro, quero as cores representado emoções!”

arte_10

arte_7

Em 1890, o artista morre com um tiro no tórax. Mas, de legado, nos deixa em telas as luzes dos girassóis representados em uma série de quadros, que serviriam para enfeitar a casa alugada em Arles. As obras de Vicent Van Gogh são avaliadas em milhões de dólares atualmente e podem ser encontradas nos principais museus do mundo

arte_12